Página principal

De S2GPR

Tabela de conteúdo

Ajuda - Principal

Ajuda - Integração - Serviços

Ajuda - Dados Complementares

Importante!!!

Contextualização do S2GPR

S2gpr.png

Com o objetivo de apoiar a argumentação técnica subsequente, são brevemente fornecidas informações históricas e a visão atual do projeto.

  • Sobre o nome do projeto: O idealizador do projeto foi o próprio Governador Cid Gomes, que pensou em um sistema integrado que apoiasse a gestão do Estado. Neste sentido, surgiu o Sistema de Gestão Governamental Por Resultados - S2GPR, sigla esta que se tornou bastante conhecida não apenas pela área de TI do Estado, mas começa a fazer parte do dia a dia dos usuários dos sistemas corporativos do Estado do Ceará.
  • Sobre o símbolo do projeto: O layout do projeto S2GPR tem como pano de fundo um "S" (Sistema) vazado sob um fundo verde e amarelo-pardo. Também sob uma perspectiva, é possível perceber um "g" (Gestão / Governo) formado por duas semi-elipses. A idéia também reflete o conceito de evolução (típico de sistemas incrementais) que pretende aos poucos alcançar os resultados pretendidos.

Breve Histórico

Seguindo a diretiva traçada pelo Exmo. Sr. Governador do Estado, alguns dos subsistemas do Sistema de Gestão Governamental por Resultado – S2GPR foram colocados em operação a partir de janeiro de 2012, em particular, as funcionalidades relacionadas com o processo de execução da despesa orçamentária do Estado.

O Sistema Integrado de Contabilidade (SIC), responsável pela execução da despesa e contabilidade no Governo do Estado do Ceará, encontra-se operacional há mais de 30 anos, atendendo às grandes necessidades do Governo. Neste meio tempo, não apenas o Poder Executivo, mas também órgãos de outros poderes como o TJ – Tribunal de Justiça e a AL – Assembleia Legislativa passaram a compor o quadro dos usuários do SIC.

A necessidade de atualização tecnológica e de redefinição dos processos contábeis e de execução da despesa motivou a determinação do Governador Cid Ferreira Gomes a propor uma reestruturação dos sistemas do estado através do Sistema de Gestão Governamental por Resultados – S2GPR.

O Projeto S2GPR foi lançado no dia 15 de outubro de 2007, tendo sido idealizado como um sistema de gestão corporativa para o Governo do Estado (ERP – Enterprise Resource Planning) envolvendo o levantamento de dados e a realização da modelagem e implementação dos sistemas de Compras Governamentais e Contabilidade integrando os sistemas de Planejamento, Orçamento e Gestão de Contratos e Convênios. Particularmente, as especificações do sistema para o Módulo de Contabilidade se iniciaram ainda naquele ano, incluindo de requisitos de processo do SIC.

Erp.jpg

A proposta inicial foi a de execução do projeto S2GPR em duas fases:

  • Fase I (Especificação): Na primeira fase foi realizada a especificação de processos e definição de requisitos através do Governo em convênio com a FCPC (Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura), tendo por consultoria professores da UFC (Universidade Federal do Ceará). Essa fase, com duração de 5 (cinco) meses, teve como resultado uma especificação detalhada dos sistemas associados ao SIC Sistema Integrado de Contabilidade e do Sistema de Compras Governamental que foram utilizadas como base para a contratação de empresas para o desenvolvimento do sistema. Foram também especificados os padrões tecnológicos e a camada de Middleware que atuará como um meio moderno de integração para as diversas aplicações corporativas do Governo.

Nota: A especificação feita durante esta fase não contemplou a incorporação do PCASP, o que implicou que a aderência às novas normas contábeis somente foi definida posteriormente.

  • Fase II (Construção): Para esta fase, foi definido um novo processo de gestão, de acordo com o contrato 01/2009 assinado entre a Secretaria de Planejamento (SEPLAG) e o Centro de Gestão e Desenvolvimento Tecnológico (CGDT), e que priorizou, por decisão da alta gestão, a construção dos sistemas de informação que incluem a Contabilidade e a Execução da Despesa, envolvendo a contratação de serviços de empresas de desenvolvimento de software notadamente reconhecidas no cenário local, dentre as quais Instituto Atlântico, Synapsis, IVIA, PDCase e Dominium, que através do paralelismo de atividades e de uma gestão do processo por parte do próprio CGDT. Esta fase compreendeu atividades de Setembro de 2009 a Julho de 2010, ocorrendo parte nas instalações do CGDT disponibilizadas pelo ITIC e parte na sede adquirida pelo Centro.

Nota: Com a suspensão da fase de construção, o projeto passou por uma interrupção no desenvolvimento de suas atividades durante todo o segundo semestre de 2010, sendo retomado pela SEFAZ em Janeiro de 2011, por determinação do Secretário da Fazenda Mauro Benevides Filho.

  • Fase III (Construção e Implantação): Contando com o apoio da SEPLAG e da ETICE, que forneceram, respectivamente, os equipamentos (estações de trabalho) e 3 analistas para a retomada do desenvolvimento do sistema, as atividades recomeçadas em Fevereiro de 2011 sob a supervião da equipe de TI da SEFAZ. As equipes trabalharam tanto nas reconstruções de funcionalidades, quanto nas suas integrações, abrindo caminho para viabilizar a implantação do sistema. Os recursos para as aquisições de infraestrutura e serviços liberadas em Março pelo Governador garantiram a contratação da equipe de analistas que permanece até hoje no processo contínuo de evolução e implantação progressiva do sistema.

Papel dos Órgãos do Estado

Visão Geral

Esta seção resume o papel das Secretarias até então envolvidas com o processo de Especificação e Desenvolvimento dos sistemas que compreendem o S2GPR.

Govsec.jpg

Sucintamente, os órgãos do Estado representados pelas Secretarias SEPLAG e SEFAZ participaram direta e indiretamente das ações anteriormente desenvolvidas, conforme registrado nas documentações do projeto:

  • Papel da SEPLAG: As fases I e II anteriormente mencionadas foram gerenciadas pela Secretaria de Planejamento e Gestão. Em particular, durante a etapa de construção, coube à ETICE assumir o papel de interveniente técnica.
  • Papel da SEFAZ: A Secretaria da Fazenda apoiou tecnicamente as atividades, disponibilizando analistas e consultores de negócio, bem como arquiteto tanto para a fase I quanto II, assumindo e coordenando a fase III.

Vale a pena observar que a gestão das fases não era competência das Secretarias mencionadas, ficando a responsabilidade das atividades a encargo, respectivamente da FCPC (Fase I) e CGDT (Fase II).

  • Desenvolvimento Paralelo – Sistema de Compras

Devido à priorização estabelecida pela alta gestão para o foco no desenvolvimento nos módulos da Execução da Despesa e Contabilidade, a ETICE, visando atender outra demanda da SEPLAG, iniciou um desenvolvimento independente dos módulos dos sistemas de Compras relacionados com as funcionalidades de Pregão Eletrônico, a partir de Março de 2011.

Considerando que a expectativa da colocação dos ambientes de produção por parte dos sistemas anteriormente mencionados foi antecipada em relação aos módulos gerenciados pelo CGDT, coube ainda à equipe de desenvolvimento da ETICE definir uma parte fundamental do sistema: os módulos corporativos que incluem os cadastros principais dos vários sistemas, bem como os portais de segurança.

  • Continuidade do Desenvolvimento – SGO e SGC

Após a interrupção das atividades do CGDT, o projeto S2GPR voltado para os objetivos considerados prioritários (o novo sistema financeiro contábil) permaneceu com a gestão suspensa para as atividades de TI, o que representou uma considerável perda (Julho a Dezembro de 2010). Vale destacar que apesar disto, a equipe de negócio formada pelos técnicos da Contabilidade em seu grupo GTCON permaneceu desenvolvendo atividades críticas para a retomada do processo de construção, tais como o mapeamento do novo Plano de Contas e a definição dos eventos e transações dos sistemas.

A retomada de atividades por parte da TI se deu em Janeiro de 2011 com a diretiva do Secretário Mauro Benevides Filho em mobilizar os esforços para incorporação da atividade de desenvolvimento, desde que devidamente autorizada pelo Governador. As atividades preparatórias que incluíram a obtenção dos artefatos produzidos pelo CGDT, o empréstimo de estações de trabalho por parte da SEPLAG, a ambientação de infraestrutura foram paulatinamente sendo realizadas. Assim, foram retomados os desenvolvimentos tanto do Sistema de Gestão Orçamentária (SGO), quanto do Sistema de Gestão Contábil (SGC)

Com o compromisso por parte da equipe técnica de desenvolvimento e implantação por fases do sistema de execução da despesa e contabilidade, o Exmo. Governador Cid Gomes liberou um novo aporte de verbas para a contratação de pessoal altamente qualificado e aquisição de equipamentos e licenças necessárias ao atendimento das necessidades do projeto.

Equipe TI - SEFAZ (2012/2013)

Os sistemas Ciclo Orçamentário (SGC) e Contabilidade teve a conclusão de seu desenvolvimento realizada no ambiente da SEFAZ, sob Coordenação da CAT na pessoa de Marta Vieira. Enquanto DataCenter do projeto, o S2GPR foi colocado em produção em 30 de Dezembro de 2011, sendo desenvolvido pelos analistas da CESINF (orientação: Chagas Pordeus) e contando com a assistência de profissionais da CEPRO (Célula de Produção - Orientação: Maria José Saraiva) da Secretaria da Fazenda.

Conforme agenda previamente estabelecida pela SEPLAG, o sistema foi aberto para uso dos órgãos em 20 de Janeiro de 2012. A equipe de analistas e programadores da CESINF (Célula de Desenvolvimento), apoiada pela equipe da CEAPE (Pesquisa e Arquitetura) e por analistas cedidos pela ETICE (presidência: Fernando Carvalho Gomes) esteve em todos estes momentos, na linha de frente das diversas atividades de construção e integração dos serviços, sempre suportada pela equipe de negócios da Coordenadoria do Tesouro (COTES) e sob a assistência do Sr. Iram Carvalho, gerente do antigo Sistema Integrado de Contabilidade (SIC), que por mais de 25 anos foi o sistema financeiro-contábil do Estado.

Equipe: Sefaz 2012
Equipe2012.jpg

Na foto, da esquerda para a direita e de cima para baixo, constam os seguintes analistas:

- 1a fila: Biel (CESINF), Rodrigues (CESINF), Ivan (CEAPE), Chaves (ETICE), Meireles (CESINF), Flávio (CESINF), Iram (ETICE);

- 2a fila: João Paulo (CESINF), Amarante (ETICE), André (CESINF), Paulo (CESINF);

- 3a fila: Anderson (CESINF), Tony (CESINF) e Arisson (CESINF).


Equipe: Sefaz 2013
Equipe2013.jpg

Na foto, da esquerda para a direita e de cima para baixo, constam os seguintes analistas:

- 1a fila: Sávio (CEAPE), Rodrigues (CESINF), Carlos (CESINF), Arisson (CESINF), Jane (COTES), Anderson (CESINF);

- 2a/3a. fila: André (CESINF), João Paulo (CESINF), Tony (CESINF), Flávio (CESINF), Iram (ETICE-SEFAZ), Biel (CESINF), Meireles (CESINF), Ivan (CEAPE), Ludimila (CEDAC), Paulo (CESINF).

Ajuda e Atendimento

Central de Atendimento

Conforme estabelecido em conjunto pelas Secretarias da Fazenda (SEFAZ) e do Planejamento (SEPLAG), foi montado um modelo inicial de atendimento baseado numa estrutura bastante simples, conforme indicado a seguir, sendo a SEPLAG a responsável pelo call-center do projeto, contando com o apoio da CGE.

Equipe de Atendimento coordenada pela SEPLAG
  • Primeiro nível (Suporte Local): Realizado pelas equipes locais de TI, visa dar garantia operacional aos usuários, analisando problemas técnicos como as versões de sistemas (browsers), a conectividade e o acesso ao mesmo.
  • Segundo nível (Atendimento central): Sob a centralização da SEPLAG, serve para avaliar as permissões gerais, problemas funcionais (operações dos usuários) e o fluxo de funcionamento do sistema. Fone: (85) 3101-7801, 3101-3847, 3101-7816 - E-mail: atendimento@seplag.ce.gov.br.
  • Terceiro nível (Atendimento específico): Sob a responsabilidade da SEFAZ, visa resolver problemas que envolvem erros na execução dos sistemas de Execução da Despesa e Contabilidade, bem como questões de desempenho. Contatos a partir do atendimento central.

Finalmente, esta proposta de atendimento visa acompanhar e resolver problemas relacionados com o contexto de execução da despesa (SGO) e contabilidade (SGC) gerenciados pela SEFAZ. A proposta para atendimento de novos sistemas será feita mediante adaptações ou modificações do fluxo atual, objeto de estudo das Secretarias SEFAZ, SEPLAG ou outros órgãos.

Atendimento.jpg

Sobre a Ajuda On-Line

Este modelo de Ajuda on-line será desenvolvido incrementalmente para todos os sistemas envolvidos no S2GPR. No presente contexto, visando o atendimento da demanda da Alta Gestão (a nova execução da despesa e contabilidade), o foco principal reside nas informações do Sistema de Gestão Orçamentária (SGO) - opção de Ciclo Orçamentário da tela principal (Portal do S2GPR).

Tela.jpg
  • Observalção: Quaisquer informações devem se ater às funcionalidades de metaprogramação disponibilizadas pela ferramenta MediaWiki. Consulte o Manual de Usuário para informações de como usar este wiki.

Referências

Seguem as principais referências no âmbito do S2GPR.

Páginas do projeto

Links externos

Anexos

S2GPR na Internet

S2GPR na Internet

Apesar de ter registrado as redes sociais ainda em 2012, espera-se que em 2013 as redes sociais possam ser usadas como mais um canal de comunioação entre as equipes técnicas e usuários do S2GPR.

Redes Sociais

Contatos

  • Atendimento: atendimento@seplag.ce.gov.br

Links

Sistema

Ajuda

Edição: Jane Mary Rocha
Ferramentas pessoais